Ações na Bolsa

 

Qualquer investidor que “realizou operações na Bolsas de Valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas”, está obrigado a entregar sua declaração anual de imposto de renda se:

- Em operações no mercado à vista de ações negociadas em bolsas de valores, cujo valor das alienações (vendas) realizadas em cada mês seja superior a R$ 20.000,00, para o conjunto de ações.

Ex: No mês de janeiro de 2014 o total de compras foi de R$ 14.000,00 (somados todas as operações). Já o total de vendas foi de R$ 22.000,00

Logo por ultrapassar o limite de isenção no mês, haverá um desconto de 0,005% de IR retido. Isso é conhecido como "dedo duro", e é o responsável por obrigar o investidor a declarar o imposto de renda do ano seguinte, informando tais operações.
 
Mas eu tive prejuízo...

Mesmo assim, você estará obrigado a declarar e poderá compensar o prejuízo nos meses posteriores ou nos anos seguintes.

 

- DAY TRADE

 

As operações chamadas Day trade, são as operações iniciadas e encerradas no mesmo dia.

Independente do valor, essas operações tem incidência de 1% de IRF e obrigam o investidor a declarar o Imposto de renda, mesmo que tenha comprado e vendido R$ 10,00 em um mesmo dia.

Tributação

Os ganhos auferidos com operações comuns (acima de R$ 20.000,00 no mês) são tributados em 15% sobre o lucro.

Já as operações Day trade são tributadas em 20% sobre o lucro.

Recolhimento

O recolhimento do imposto deve ser feito no último dia útil do mês seguinte a operação, através de DARF com código 6015.